Domingo, 24 de Janeiro de 2021 18:11
65 99913-1386
Política POLÍTICA

Medeiros pede abertura de CPI para investigar troca do VLT pelo BRT

Medeiros afirmou ainda que o certo seria Mendes ter questionado o VLT durante o seu mandato como prefeito de Cuiabá

10/01/2021 11h27
Por: FABIO CESAR Fonte: Gazeta Digital
Medeiros pede abertura de CPI para investigar troca do VLT pelo BRT

O deputado federal José Medeiros (Pode) pediu abertura de Comissão Parlamento de Inquérito (CPI) para investigar o motivo do governo do Estado realizar a troca do Veículo Leve Sob Trilhos (VLT) pelo ônibus de trânsito rápido (BRT). 


Segundo o parlamentar, já foi realizada mais da metade da obra, além disso, não se realiza um estudo de viabilidade para troca de modal "em cima da hora".

 

 


"Estudo de viabilidade se faz quando está sendo feito o projeto. Vai ser R$ 1,4 bilhão que nós não temos para o ralo, mais o dinheiro para desmanchar a obra e mais R$ 700 milhões para implantar o outro sistema", argumentou.


Medeiros afirmou ainda que o certo seria Mendes ter questionado o VLT durante o seu mandato como prefeito de Cuiabá,
"Ele podia ter questionado quando era prefeito de Cuiabá. Agora, nesse momento, o governo vir com esse questionamento, não cabe. Isso até na Venezuela daria cadeia".


Sobre a CPI, o deputado disse que tem pressa para que seja coletada as assinaturas o mais rápido possível. "Está no período de recesso. A gente espera que tão logo tenha as assinaturas a gente possa colocar isso em pauta. Isso tem pressa até porque a gente sente que o processo aqui não está normal. O negócio chegou na Assembleia parecendo relâmpago. O papel nem chegou na mesa e já foi aprovado".

 

Em visita a Cuiabá, o deputado federal Arthur Lira (PP-AL) demonstrou apoio na cobrança junto ao governo federal para que o VLT seja concluído.


"Eu tenho o compromisso aqui anotado de perguntar ao ministro Rogério Marinho o que leva ao Ministério hoje estar com posicionamento diferente do que anteriormente teve o ministro Canuto e politicamente vamos definir o que for tecnicamente, mais viável para o governo e a população de Mato Grosso", enfatizou.

Ele1 - Criar site de notícias