Terça, 26 de Janeiro de 2021 07:36
65 99913-1386
Polícia CASO LETÍCIA

Polícia apura se jovem morta após 'festa clandestina' foi estuprada; vítima estava sem roupas íntimas

A suspeita principal é que Letícia tenha sido abusada sexualmente antes de ser morta.

03/01/2021 16h13
Por: FABIO CESAR Fonte: Olhar Direto
Polícia apura se jovem morta após 'festa clandestina' foi estuprada; vítima estava sem roupas íntimas

Com um suspeito apreendido, a Polícia Civil de São José do Rio Claro, no médio norte de Mato Grosso, agora investiga como Letícia Santos, 18 anos, morreu. O corpo dela foi encontrada em um matagal com o mesmo vestido que estava na última vez que foi vista com vida. Vítima estava sem roupas íntimas. A suspeita principal é que Letícia tenha sido abusada sexualmente antes de ser morta. Ela tinha vários sinais de facadas pelo corpo e por conta do local de difícil acesso, com muita vegetação em volta, o estado do cadáver já era de putrefação. Peritos dizem que ela estava no local há mais de 48 horas. 


O menor de 17 anos, que era conhecido da família de Letícia e foi visto com ela, está apreendido. Ele chegou a ajudar nas buscas pela jovem, mas a todo momento dizia que não sabia de nada. 

Próximo ao corpo de Letícia foi encontrada uma chave de moto. Essa chave foi levada até a casa do menor e testada na moto que pertence a ele. E a ignição funcionou. Por conta disso, ele foi apreendido e será ouvido. 

Letícia mora em Tangará da Serra e estava em São José para passar as festas com a família. Segundo uma tia da garota, Cristiana Aparecida, ela foi vista pela última vez na festa com um rapaz. Esse rapaz, no entanto, já prestou depoimento à Polícia Militar e está apreendido. 

Quando foi visto pela última vez ela disse que iria ver a queima de fogos e em seguida para uma "festa clandestina" com amigos em uma chácara. Dois dias de buscas se passaram e o corpo da jovem Letícia Santos havia sido localizado numa área de plantio de soja nas proximidades da estrada da boiadeira, distante cerca de 07 km do limite urbano, na estrada nova que vai pra Nova Maringá. 

O caso será investigado pela Polícia Civil do município de São José. 

Ele1 - Criar site de notícias