Sexta, 04 de Dezembro de 2020 22:05
65 99913-1386
Anúncio
Saúde VACINA CHINESA

"Defendo que o Governo Federal lidere esse processo"

Governador faz comentário após Bolsonaro desautorizar compra de 46 milhões de doses de vacina

21/10/2020 11h35
Por: FABIO CESAR Fonte: Midia News

O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou, nesta quarta-feira (21), defender que o Governo Federal lidere e disponibilize a vacina contra a Covid-19 à população.

 

A afirmação vem logo após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) desautorizar o ministro da Saúde, Eduardo Pazuellona compra de 46 milhões de doses da Coronavac, vacina da farmacêutica chinesa Sinovac que será produzida no Brasil pelo Instituto Butantan. O ministro havia anunciado uma parceria com o Estado de São Paulo, do governador João Doria (PSDB).

 

E o mais importante: que as vacinas entregues sejam confiáveis e devidamente atestadas pelos órgãos sanitários

Ontem (20), Mendes chegou a confirmar que Mato Grosso receberia lotes da vacina em janeiro de 2021. A informação havia sido oficializada por Pazuello, durante reunião por videoconferência com os governadores.

 

“O Governo de Mato Grosso defende que o Governo Federal lidere esse importante processo e disponibilize a vacina contra a Covid-19 à população", disse Mendes em nota à imprensa.

 

"E o mais importante: que as vacinas entregues sejam confiáveis e devidamente atestadas pelos órgãos sanitários”, acrescentou.

 

Na reunião com governadores, Pazuello anunciou que os primeiros a receberem as doses seriam os profissionais da Saúde e as pessoas que se enquadram nos grupos de risco. Em seguida, toda a população seria vacinada gratuitamente por meio do Plano Nacional de Imunizações (PNI).

 

Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), são desafetos políticos.


Além disso, Bolsonaro e seu entorno travam uma guerra ideológica com a China, adversária dos Estados Unidos, país com o qual o Brasil é alinhado.

Ele1 - Criar site de notícias