Sexta, 23 de Outubro de 2020 18:11
65 99913-1386
Geral RONDONÓPOLIS

35 idosos morrem em casa devido ao calor excessivo, batendo a marca dos 40ºC

Os dados ainda não contam com as mortes ocorridas dentro da própria unidade

09/10/2020 22h35
Por: FABIO CESAR Fonte: RDNEWS
35 idosos morrem em casa devido ao calor excessivo, batendo a marca dos 40ºC

Ocalor excessivo dos últimos dias pode ter sido a causa de morte de 35 idosos de Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá), de 75 a 94 anos, entre 21 de setembro e esta sexta (9). Todas as vítimas das altas temperaturas foram encontradas em casa e estavam desidratadas e desnutridas. A declaração é da enfermeira Vânia Scapin, diretora da Unidade de Pronto-atendimento (UPA) no município, que alerta a população local para redobrar o cuidado e atenção com os idosos nesse período.

Os dados ainda não contam com as mortes ocorridas dentro da própria unidade, já que ainda está em levantamento.

Segundo Vânia, a UPA de Rondonópolis é responsável por emitir a declaração de óbito de pessoas que morrem em casa. As famílias dos idosos mortos encontrados em casa passaram a procurar a unidade para pegar o documento.

Foram esses sucessivos casos que chamou a atenção da equipe da unidade. "Nunca houve um fato de tantos óbitos em duas semanas e pouco. É um caso atípico. Isso começou com o calor", diz Vânia.

Além das mortes em residências, muitos outros idosos dão entrada na UPA já em estado gravíssimo. "Os idosos não param de chegar!", exclama. Vânia aponta que eles não estão se hidratando, não estão comendo, só dormem e ficam prostrados na cama o dia inteiro. Neste momento, são 11 em box de emergência recebendo hidratação necessária e todos os que procuram a UPA tem sintomas semelhantes – temperatura do corpo elevada, desnutrição, desidratação e descompensação hidroeletrolítica (desequilibro de sais como sódio, potássio, cálcio e entre outros).

"O idoso não se adapta [ao calor]. O corpo dele não consegue se adaptar as mudanças de temperatura - tanto para o frio quanto para o calor. Se ele tenta se adaptar, ele descompensa. Ele não tem organismo para fazer o equilíbrio termodinâmico (da temperatura)".

Doeças associadas

Além da idade avançada, os idosos têm cornobidades, como hipertensão ou diabetes, são acamados ou possuem mobilidade reduzida.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) já tinha emitido alerta de grande perigo, com risco de morte por hipertemia (aumento elevado da temperatura do corpo para mais de 40º C), por conta de uma onda de calor sob Cuiabá, Rondonópolis e outros 86 municípios de Mato Grosso.

De acordo com dados do Inmet, as máximas das temperaturas de Rondonópolis, na sombra, variavam entre 41,9 e 43,5 graus, de domingo até esta quinta. Por conta dos recordes, o município figura entre as cidades mais quentes do país.

Ele1 - Criar site de notícias