Domingo, 27 de Setembro de 2020 12:32
65 99913-1386
Polícia POLÍCIA

Traficantes vendiam trufas de maconha e geladinho da erva

Três homens estavam no local no momento da abordagem.

01/09/2020 13h07
Por: FABIO CESAR Fonte: Gazeta Digital
Traficantes vendiam trufas de maconha e geladinho da erva

Casal de 35 anos, que mantinha uma ‘confeitaria gourmet’ em Sorriso , foi preso em flagrante por tráfico de drogas na tarde de segunda-feira (31), pela Polícia Civil. No local, policiais encontraram maconha, skank – a supermaconha -, além e trufas com recheio de maconha e até ‘geladinho’ com sabor da erva. De acordo com as informações, a confeitaria já vinha sendo monitorada e a Polícia Civil pediu à Justiça por busca e apreensão no local, o que foi autorizado.

 

No final da tarde de segunda, o casal dono da confeitaria foi surpreendido pelos investigadores liderados pelo delegado André Ribeiro. Três homens estavam no local no momento da abordagem. Porções de maconha embaladas para a venda foram encontradas dentro do carro do casal.

 

 

Além disso, na cozinha da casa, várias porções de maconha também foram encontradas. Elas era usadas na produção de recheio de alguns doces. “O local era um ponto de droga que vendia apenas para clientes fidelizados, não entrava qualquer um não”, informou o delegado.

 

Porções de skank, conhecida com supermaconha – pois o efeito é maior, também foram encontradas. Os 3 homens presos no local afirmaram que eram clientes e usuários. Ressaltaram ainda que ‘a maconha do confeiteiro era de boa qualidade’. Para se ter uma ideia, 10g de maconha saia por R$ 50. O usuário ainda ganhava um ‘docinho’ após a venda.

 

Os doces, muitas vezes, vinham com recheio de maconha. O delegado André contou que eles produziam trufas com recheio de maconha e ‘geladinho’ no mesmo sabor. A confeitaria fica no centro de Sorriso. A casa é de alto padrão, possui câmeras de segurança, muros altos.

 

Além do casal de traficantes, os 3 usuários foram encaminhados para a delegacia. Balança de precisão, plástico filme, dinheiro, além de vários produtos usados para embalar as porções de maconha foram apreendidos no local. O caso segue sendo investigado.

Ele1 - Criar site de notícias