Domingo, 27 de Setembro de 2020 13:29
65 99913-1386
Geral LUTO NA PM

Bandidos seguram PM e comparsa mata oficial com tiros na cabeça

Everaldo estava com sua esposa, em um bar, quando os três homens se aproximaram do local.

30/08/2020 11h00
Por: FABIO CESAR Fonte: REPÓRTER MT
Bandidos seguram PM e comparsa mata oficial com tiros na cabeça

O subtenente da Polícia Militar, Everaldo Rodrigues Alves, de 46 anos, foi assassinado na madrugada deste sábado (29), no bairro Pedra 90, em Cuiabá. O militar foi imobilizado por dois criminosos, enquanto o terceiro pegou sua arma e acabou atirando várias vezes na cabeça do policial, que morreu no local.

O Samu foi acionado para atendimento, mas quando chegou já constatou que Everaldo estava morto. Segundo testemunhas, ele estava com a esposa em um bar, quando os três homens se aproximaram do local. Dois deles seguraram o policial, enquanto o outro pegou sua arma e efetuou vários tiros na cabeça do oficial.

Equipes da Polícia Militar realizaram buscas pela região, atrás dos bandidos que já foram identificados. Um deles foi preso e reconhecido por testemunhas. O criminoso faz uso de tornozeleira eletrônica e possui duas passagens pela polícia por roubo.

A Polícia Militar emitiu uma nota de pesar na manhã deste sábado.

Confira abaixo:

É com profundo pesar que a Polícia Militar informa o falecimento do policial subtenente Everaldo Rodrigues Alves, de 46 anos. O militar foi assassinado a tiros na madrugada deste sábado (29), no bairro Pedra 90, em Cuiabá.

O fato foi registrado às 02h30, policiais foram acionados para atender uma ocorrência de homicídio de um policial em um bar no bairro. O subtenente foi agredido e morto a tiros por três indivíduos; que tomaram a arma do policial.

Diante dos fatos, de imediato os policiais iniciaram diligências e agora há pouco prenderam um dos suspeitos que foi reconhecido por testemunhas .. O homem faz uso de tornozeleira eletrônica, a prisão dele ocorreu na Rua 22 no bairro Pedra 90, ele tem duas passagens por crime de roubo.

A PM informa ainda que Subtenente Alves trabalhou na região do Pedra 90 por mais de 20 anos, ele estava lotado no 24º Batalhão. O policial era conhecido da população da região e muito querido por todos. Equipes da PM continuam em diligências em busca dos outros suspeitos, que já foram identificados.

O Comando Geral da PM transmite as mais singelas condolências aos familiares e amigos do policial pela irreparável e dolorosa perda.

Ele1 - Criar site de notícias