Sexta, 30 de Outubro de 2020 06:54
65 99913-1386
Cultura CULTURA

Projeto que trata de financiamento de lives é aprovado em primeira votação

Serão investidos aproximadamente R$ 120 mil. O objetivo é ofertar entretenimento a população, valorizar a cultura local e auxiliar os artistas locais

11/08/2020 12h24 Atualizada há 3 meses
Por: Ascom/Marcello Paulino Fonte: Ascom/Marcello Paulino
Projeto que trata de financiamento de lives é aprovado em primeira votação

Os vereadores aprovaram, em primeira votação, realizada nesta segunda-feira (10), o Projeto de Lei n. 54/2020, que trata da destinação de recursos para o financiamento de apresentações culturais, por meio da internet.

Intitulado Projeto Cultural Emergencial "Lucas em Casa", a proposta tem como objetivo valorizar a cultura local, ofertar entretenimento sem que a população necessite sair de casa e auxiliar os artistas locais.

Segundo o vereador Fernando Pael (DEM), serão investidos aproximadamente R$ 120 mil. O recurso irá beneficiar, principalmente, músicos, bailarinos, atores e artesãos do município.

"Esse projeto vem para beneficiar os artistas que estão em situação de vulnerabilidade, por não poderem apresentar sua arte, que garante o sustento da família."

Desde o início da pandemia da Covid-19, o setor de eventos foi um dos mais prejudicados economicamente. Para evitar a aglomeração de pessoas e a disseminação do vírus, shows e apresentações foram canceladas.

De acordo com o vereador, a escolha dos artistas que serão beneficiados pelo projeto será realizada por meio de um edital, elaborado pelo Conselho Municipal de Cultura.

"Os artistas poderão participar e receber por até três produções. É uma forma de o município ajudar a classe artística, assim como o governo federal e governo do estado que irão destinar recursos para a cultura."

O projeto de auxílio aos artistas locais foi implantado em vários estados brasileiros, como Mato Grosso, Ceará, Alagoas, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo e Pará.

A proposta foi aprovada com o voto favorável da maioria dos vereadores. Antes de ser votado, os vereadores Jiloir Pelicioli (Mano) e Dr. Jaime Floriano solicitaram mais tempo para analisar o projeto.

Os pedidos de vistas foram votados e reprovados. O vereador Dr. Jaime Floriano questionou os critérios de seleção dos artistas e o vereador Mano argumentou que outras categorias ligadas ao setor de eventos também deveriam ser beneficiadas,"Acredito que nós poderíamos beneficiar mais profissionais. O meu pedido de vistas foi para que nós pudéssemos discutir o projeto por mais tempo e propor alterações, para beneficiar mais pessoas."

A previsão é que o projeto seja votado novamente na próxima sessão ordinária, marcada para o dia 17 de agosto.

Ascom/Marcello Paulino

Ele1 - Criar site de notícias