Sábado, 10 de Abril de 2021 10:56
65 99913-1386
Saúde VACINA RUSSA

Governador diz que 2ª dose da Sputnik será ‘reservada’ e mais 600 mil mato-grossenses devem ser imunizados

Com isso, a projeção é que cerca de 600.750 mil mato-grossenses sejam imunizados

01/04/2021 10h32
Por: FABIO CESAR Fonte: SECOM
Governador diz que 2ª dose da Sputnik será ‘reservada’ e mais 600 mil mato-grossenses devem ser imunizados

O governador Mauro Mendes (DEM) garantiu, ontem no final da tarde, durante o anúncio da compra de 1.201.500 doses da vacina russa Sputnik, que o Estado será ‘prudente’ e, quem tomar a primeira dose, terá a segunda garantida. Com isso, a projeção é que cerca de 600.750 mil mato-grossenses sejam imunizados. O primeiro lote deve chegar no final deste mês. O custo é de 9,95 dólares por dose, representando 11,9 milhões de dólares (cerca de R$ 67,3 milhões).

“Quando recebermos, prudentemente, como tem sido recomendado pelo ministério, vamos aplicar sempre a primeira dose e retermos para aplicar a segunda, até que tenhamos a confiabilidade absoluta de que após um determinado lote, em data prevista dessa vacina, que são 21 dias, vamos ter o outro lote”, disse Mauro.

Ainda de acordo com o governador, é necessário considerar a logística internacional para reservar as doses. “Tem transporte aéreo, vem da Rússia, não seria prudente vacinar 100% e não deixar a segunda dose. Muito provavelmente vamos reservar sempre a segunda dose para aqueles que receberam a primeira”, acrescentou.

Mauro ainda lembrou que outro ponto que reforça a necessidade de ‘reserva’ é que cientistas recomendam que não sejam ‘misturados’ imunizantes. “Quem recebeu AstraZeneca tem que ser vacinado com AstraZeneca, quem recebeu CoronaVac tem que receber a segunda dose da CoronaVac”, ponderou.

O governador também salientou que será seguido o Plano Nacional de Imunização para aplicação. A projeção, é que quando a Sputnik chegar, a vacinação esteja na faixa etária a partir de 60 anos. “Depende muito do momento que a vacina efetivamente vai chegar”. “A faixa etária será de acordo com a evolução natural. Acredito que quando chegar vamos ter estar na faixa de 60 anos (hoje é dos 70 anos acima), mas não dá para precisar, porque depende exatamente do dia que chegar em Mato Grosso”, pontuou, ao responder pergunta de Só Notícias.

Conforme Só Notícias já informou, a previsão de entrega dos imunizantes é para abril (primeira remessa) e junho (o lote complementar). Se o ministério da Saúde, não tiver interesse em pagar a vacina para incorporá-la ao PNI, o governo do Estado bancará com todos as despesas e usará para vacinação exclusiva da população mato-grossense, em complemento às vacinas compradas e repassadas pelo governo federal.

Assista





 

 

 

Só Notícias/Luan Cordeiro (Mayke Toscano/assessoria)

Ele1 - Criar site de notícias